• Plantão

    Itaipu lança pesquisa voltada ao público externo, para definir prioridades na Agenda 2030



    Resultados da consulta devem contribuir com as estratégias da binacional, com reflexos positivos para as comunidades da área de influência da empresa

    A Itaipu Binacional está lançando uma consulta ao público externo que tem como meta aprimorar suas estratégias empresariais, além de incrementar suas contribuições à Agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável. Por meio da pesquisa, parceiros, moradores da área de influência e outras partes interessadas poderão opinar sobre quais, dentre os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) que compõem a Agenda, devem ser priorizados pela binacional.

    Para responder à pesquisa, basta acessar o link: https://pt.surveymonkey.com/r/itaipuconsultapublica2021

    Os 17 ODS da Agenda 2030 reúnem os principais desafios que a humanidade enfrenta neste século para a construção de uma sociedade mais equilibrada, como a eliminação da pobreza e da fome, a ampliação do acesso aos serviços de saúde, educação, água e saneamento, energia limpa e renovável, emprego decente, cidades sustentáveis, além da proteção dos ecossistemas e o enfrentamento da crise climática, entre outros.

    A discussão dessas metas iniciou na conferência Rio+20, em 2012, e culminou na publicação da Agenda em 2015, com 169 metas distribuídas nos 17 ODS. O documento se tornou uma referência para governos, empresas e organizações planejarem suas ações em relação aos cinco “p’s” da sustentabilidade (uma outra forma de compreender os campos do desenvolvimento sustentável representados pelos 17 ODS): pessoas, planeta, parcerias, paz e prosperidade.

    A Itaipu tem contribuições com todos os ODS. A partir de uma parceria com o Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (Undesa), a empresa produziu de forma binacional 17 cadernos que reúnem estudos de caso com suas contribuições a cada um dos ODS. A binacional também adota as diretrizes do GRI (Global Reporting Initiative) para a elaboração do Caderno de Indicadores, relacionando suas ações empresariais aos 17 ODS. 

    Agora, a empresa quer dar um passo a mais, seguindo um roteiro desenvolvimento pela GRI, Pacto Global e o World Business Council for Sustainable Development (WBCSD), denominado SDG Compass (a Bússola dos ODS, em tradução livre) e que contém diretrizes para a implementação dos ODS na estratégia de negócios das empresas.

    Ao priorizar determinados objetivos, a empresa pode contribuir com mais sinergia e efetividade para atingir as metas desses ODS. Isso também permitirá à Itaipu atuar com mais foco em certos indicadores a serem reportados e acompanhados pela sociedade em geral.

    Ao responder a essa pesquisa, o público externo pode oferecer uma importante contribuição com a priorização dos ODS, com reflexos positivos também no planejamento e execução das estratégias da Itaipu, e nos benefícios gerados para as comunidades que vivem na área de influência da empresa.

    Fonte: Assessoria
     

    Dr Flavio
    CEO - República De Curitiba Oficial
    Blogueiro, Empreendedor, Produtor Cultural, Social Media e Amante do Direito...
    '' Invista nessa marca, visite nossa loja oficial''

    Nenhum comentário

    Obrigado pelo seu comentário, Lembrando que você é responsável juridicamente por tudo aquilo que escreve e, se solicitado, enviaremos as informações às autoridades competentes caso o conteúdo do comentário afronte a Lei.

    Post Top Ad

    ad728
    ad728

    Post Bottom Ad

    Monitoramento Redes Sociais, Clipping.