• Plantão

    Itaipu fará convênio de R$ 4 milhões com Estado para contratação de 733 bolsistas no combate à Covid-19



    A contratação terá validade por quatro meses e beneficiará diretamente estudantes de saúde de universidades públicas

    A usina de Itaipu, margem brasileira, vai firmar um termo de cooperação com o governo do Estado, na ordem de R$ 4 milhões, para a contratação direta de 733 bolsistas na área de saúde, em caráter emergencial. Os estudantes de enfermagem de universidades públicas atuarão no enfrentamento à covid-19. A contrapartida do governo estadual será no mesmo valor. A validade é por quatro meses, possivelmente a partir de abril. 

    Esse é mais um investimento que se soma a outros desembolsados pela Itaipu para conter a disseminação da covid-19. A empresa já havia liberado um fundo emergencial de R$ 15 milhões para ajudar os municípios da região no combate à propagação do novo coronavírus.

    O Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), mantido pela usina de Itaipu, criou uma ala exclusiva com Unidade de Terapia Intensiva e Semi-Intensiva para internamento de pacientes com a doença. O laboratório do HMCC também foi credenciado a fazer testes rápidos (PRC) de covid-19. Mais de 4 mil kits foram adquiridos e estão a caminho.

    “Essa é mais uma contribuição de Itaipu tanto no controle da doença quanto na abertura de frentes de trabalho para ajudar nossa população nesse momento tão dramático da economia”, diz o diretor-geral brasileiro de Itaipu, General Joaquim Silva e Luna.

    O governador Carlos Massa Ratinho Júnior declarou situação de emergência em todo o território paranaense. O termo de cooperação reúne a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) e a Superintendência-Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – (Seti) para a contratação de estudantes das áreas de saúde em fase final de formação. A contratação será feita por chamada pública, por meio da Fundação Araucária. 

    Os bolsistas serão contratados para orientar, monitorar e auxiliar no atendimento de pacientes que apresentarem sintomas da covid 19.

    No pedido, o governador considera o papel de destaque da Itaipu Binacional de “incentivo ao desenvolvimento regional com o apoio a projetos em distintas áreas, constituindo-se como importante vetor de progresso sustentável e social”. 

    Como será a contratação

    Por meio de chamada pública, a Fundação Araucária de Apoio ao Desenvolvimento Científico e Tecnológico do Estado do Paraná (FA) em parceria com a Seti e a Sesa vai contratar bolsistas de instituições estaduais de Ensino Superior (IEES) e da Universidade Federal do Paraná (UFPR). As atividades serão desenvolvidas em conjunto com as regionais de saúde da Sesa, que ficarão responsáveis pelo plano de trabalho. 

    Entre as atribuições dos estudantes estão a prestação de serviços de atendimento telefônico e por meios digitais, para tirar dúvidas e orientar a população sobre a doença relacionadas à prevenção, além de cuidados e combate à pandemia. Também prestarão atendimento nas rodovias com o monitoramento da entrada e da saída de pessoas na Agência de Defesa Agropecuária do Paraná, nas unidades de saúde, hospitais e outros estabelecimentos de saúde com esse mesmo escopo. 

    Parte desses bolsistas reforçará o atendimento no Laboratório Central do Estado, Lacen, e Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde, voltada ao apoio a demandas destas unidades.

    Fonte - Assessoria

    Por: Dr Flavio
    CEO - República De Curitiba Oficial
    Blogueiro, Empreendedor, Produtor Cultural, Social Media e Amante do Direito...
    '' Invista nessa marca, visite nossa loja oficial''

    Nenhum comentário

    Obrigado pelo seu comentário, Lembrando que você é responsável juridicamente por tudo aquilo que escreve e, se solicitado, enviaremos as informações às autoridades competentes caso o conteúdo do comentário afronte a Lei.

    Post Top Ad

    ad728
    ad728

    Post Bottom Ad

    Monitoramento Redes Sociais, Clipping.