• Plantão

    Hospital mantido por Itaipu mantém ala de tratamento de covid-19 para o SUS, sem custo



    A partir desta segunda-feira (27), enquanto estiver declarado estado de calamidade pública no Paraná em decorrência da pandemia do novo coronavírus, o Hospital Ministro Costa Cavalcanti atenderá a alta complexidade de casos de covid-19, quando houver sobrecarga de outros hospitais da 9ª Regional de Saúde do Paraná.

    Agora, caso ocorra uma superlotação de leitos de UTI para pacientes com diagnóstico comprovado de coronavírus nos hospitais públicos da 9º Regional de Saúde, o Costa Cavalcanti disponibilizará os leitos especializados de UTI covid-19 aos pacientes do SUS, dentro da sua capacidade instalada, sem custos, incluindo o Hospital Padre Germano Lauck, em Foz do Iguaçu.

    Para isso, a Itaipu, mantenedora do hospital, estabeleceu um fluxo de atendimento dos leitos da ala exclusiva da covid-19 para pacientes do SUS da 9ª Regional de Saúde. São dez da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 17 de Terapia semi-intensiva destinados ao internamento de pacientes graves da doença. Eles se somam a outros 70, 17 deles só de UTI, do Hospital Municipal Padre Germano Lauck, de Foz do Iguaçu.

    Para deixar claro o funcionamento desse fluxo de atendimento para o município, principalmente na eventualidade de evolução da doença, Itaipu apresentou um plano de trabalho à Prefeitura nesta segunda. O coronel Jorge Aureo, assessor especial do diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, responsável pelo GT Estratégico da Covid-19 da empresa, se reuniu com o vice-prefeito e secretário de Saúde de Foz, Nilton Bobato.



    Conforme definido com o Comitê Municipal de Urgência e Emergência, o HMCC, por meio da Fundação de Saúde Itaiguapy, colocou à disposição sua infraestrutura exclusiva de covid-19 para atendimentos de pacientes do SUS, com diagnóstico da doença dentro de especialidades de alta complexidade reconhecido pela 9ª Regional, como oncologia, cardiologia e obstetrícia.

    As altas complexidades do HMCC são: 

    Cardiologia e cirurgia cardíaca para pacientes com eventos agudos ou crônicos de origem cardíaca, com suspeita ou confirmação de covid-19.
    Na obstetrícia de alto risco, as gestantes com Pneumonia ou Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG), com suspeita ou confirmação de Covid-19, com necessidade de internamento.
    Na oncologia, os pacientes em investigação, tratamento ou acompanhamento oncológico no HMCC, com suspeita ou confirmação de Covid-19, com necessidade de internamento.
    Na neonatologia e pediatria voltadas para recém-nascidos ou crianças com diagnóstico de covid-19, com indicação de internação em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

    Para o coronel Jorge Aureo, essa definição de fluxo mostra a transparência de todo o processo, tornando claros os esforços de investimento de Itaipu para atender a população no enfrentamento da pandemia. Essa é uma premissa básica da gestão Silva e Luna: seguir os preceitos da boa administração pública, previstos no Artigo 37 da Constituição Federal (legalidade, moralidade, impessoalidade, publicidade e eficiência). 

    “Itaipu tem tido um atuação pontual no enfrentamento ao novo coronavírus em Foz do Iguaçu. A usina liberou uma verba de R$ 15 milhões para a reestruturação do hospital no combate à pandemia e isso precisa ficar claro para a nossa gente”, reforça o assessor. 

    Bobato agradeceu o apoio da Itaipu por colocar o HMCC à disposição dos pacientes do SUS em Foz. “Nesse momento de pandemia, é de grande importância essa ajuda, para que o município tenha mais condições de combater a covid-19”, diz. 

    O HMCC também credenciou o Laboratório de Saúde Única do Centro de Medicina Tropical como representante do Laboratório Central do Paraná para fazer os exames da covid-19, o que diminui o tempo para o resultado dos testes. 

    O coordenador do GT Estratégico da Covid-19 diz que a Fundação de Saúde Itaiguapy, neste momento de combate ao coronavírus, em sintonia com os princípios da sua mantenedora Itaipu, apoia diversos hospitais públicos da 9º Regional de Saúde do Estado do Paraná. 

    Ele lista uma série de ações nesse sentido, como o fornecimento de equipamentos de proteção individual (EPI), álcool em gel 70%, materiais, medicamentos, camas e diversos outros. 

    Para o Hospital Municipal Germano Lauck disponibilizou 15 aparelhos de ventilação mecânica, monitores e camas, além da estruturação de um leito de tratamento avançado ao Hospital e Maternidade Nossa Senhora da Luz, em Medianeira, e mais um respirador mecânico para o Samu de  Foz do Iguaçu.

    Fonte: Assessoria


    Por: Dr Flavio
    CEO - República De Curitiba Oficial
    Blogueiro, Empreendedor, Produtor Cultural, Social Media e Amante do Direito...
    '' Invista nessa marca, visite nossa loja oficial''

    Nenhum comentário

    Obrigado pelo seu comentário, Lembrando que você é responsável juridicamente por tudo aquilo que escreve e, se solicitado, enviaremos as informações às autoridades competentes caso o conteúdo do comentário afronte a Lei.

    Post Top Ad

    ad728
    ad728

    Post Bottom Ad

    Monitoramento Redes Sociais, Clipping.