• Plantão

    Câmara encerra Outubro Rosa e inicia Novembro Azul

    Câmara encerra Outubro Rosa e inicia Novembro Azul

    A Câmara Municipal de Curitiba (CMC) encerrou as atividades referentes ao Outubro Rosa, destinado à conscientização quanto à saúde da mulher, e deu início ao Novembro Azul, que diz respeito à saúde masculina. Para a chefe do Setor de Medicina e Saúde Ocupacional, Elis Bianca Azevedo, a somatória das atividades desenvolvidas na Casa foi positiva “com muitas ações como sorteios de quickmassage e reiki e sorteios para estimular terapias voltadas para a saúde ocupacional”. 

    No dia 29, houve a disponibilização de uma feira orgânica, que contou com um caminhão de peixe e uma banca vegana. O encerramento das atividades do Outubro Rosa se deu no dia 30. Três palestrantes se dirigiram aos servidores da CMC: Emir de Sá Riechi, médico urologista, especializado na prevenção masculina; Aline Tatsch Dias da Rosa, especialista em medicina ayurvédica; e Paola Palú que falou sobre qualidade de vida.

    Ao longo do mês, diversas atividades foram desenvolvidas como, por exemplo, a palestra realizada no dia 17 que teve por tema “A importância do diagnóstico precoce para vencer o Câncer de Mama”. A atividade foi promovida pelos vereadores Bruno Pessuti (PSD) e Fabiane Rosa (DC) e contou com a participação de especialistas na área e pacientes. Bruno Pessuti enfatizou a importância do tema: "É alarmante ver o índice de mulheres que descobrem o câncer já em estágio avançado. É nosso dever, no Legislativo municipal, ampliar o debate e propor soluções para que a população tenha acesso ao diagnóstico ágil e ao tratamento adequado". A vereadora Fabiane Rosa lembrou que os homens também podem enfrentar o problema do câncer de mama: "Os homens também devem ser sensibilizados quanto ao câncer de mama. Peçam que eles realizem os exames preventivos”.

    No dia 22, a Câmara Municipal de Curitiba (CMC) promoveu uma palestra com o tema “Outubro Rosa: saúde da mulher”. A iniciativa do evento foi da vereadora Julieta Reis (DEM) e teve apoio do Sindicato dos Empregados em Empresas de Asseio e Conservação (SIEMACO-Curitiba). Manifestaram-se Edvin Javier Boza Jimenez, coordenador do programa Mãe Curitibana, da Secretaria Municipal de Saúde; Karina Utrabo Prosdócimo, médica do Programa Mãe Curitibana; e Cláudia Diniz, enfermeira do SIEMACO-Curitiba. Eles garantiram que não há filas para o exame de mamografia no SUS. Karina Utrabo elencou alguns fatores de risco da doença, como por exemplo, a idade; o sexo feminino [ser mulher é um fator de risco]; o estilo de vida [sedentarismo, tabagismo, álcool, drogas sobrepeso]; antecedentes ginecológicos; postergação da gestação; e fatores genéticos e hereditários. A médica esclareceu que 28% dos casos podem ser reduzidos através de alimentação saudável, atividades físicas e controle do peso.

    Elis Bianca Azevedo solicitou a todos os funcionários da Câmara que tragam sugestões de ações para o mês Novembro Azul, que foca na saúde masculina. Emir de Sá Riechi, médico urologista, especializado na prevenção masculina, que falou na manhã do dia 30, explicou que o câncer de próstata nos homens é o mais comum, representando 31,7% dos cânceres que atingem homens. O número de mortes pela doença no Brasil em 2017 foi de 15.391.



    Por: Dr Flavio
    CEO - República De Curitiba Oficial
    Blogueiro, Produtor Cultural, Social Media e Amante do Direito...
    '' Curta nossa página no facebook''

    Nenhum comentário

    Obrigado pelo seu comentário, Lembrando que você é responsável juridicamente por tudo aquilo que escreve e, se solicitado, enviaremos as informações às autoridades competentes caso o conteúdo do comentário afronte a Lei.

    Post Top Ad

    Monitoramento Redes Sociais, Clipping.

    Post Bottom Ad

    Monitoramento Redes Sociais, Clipping.